Postado por em 19-09-2017 Imprimir . A+ . A-

MOÇÃO DE APOIO À GREVE DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DE CAMPO FORMOSO/BA

MOÇÃOO Conselho Nacional de Entidades – CNE, instância deliberativa da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, que reuniu em Brasília nos dias 14 e 15 de setembro de 2017 mais de 100 representantes de suas entidades de base filiadas de todo o Brasil, vem a público prestar apoio a greve dos/as trabalhadores/as em educação do município de Campo Formoso/BA e, na figura de seu Sindicato dos Servidores em Educação do Município de Campo Formoso (SISE), filiado a esta CNTE, se solidariza com o movimento grevista da categoria iniciado no dia 24 de julho.

            Mais do que nunca, os tempos atuais vividos no Brasil exigem coragem aos lutadores sociais deste país. O ataque à educação pública se constituiu em uma das primeiras medidas deste governo golpista e corrupto que se apoderou do governo brasileiro de forma ilegítima e sem voto. Os trabalhadores em educação, então, devem ser, da mesma forma, os primeiros a se colocarem na linha de frente da resistência ao golpe e na luta pela democracia.

            De forma contundente, os/as educadores/as brasileiros/as também repudiam a ação da gestão municipal da cidade de Campo Formoso, que sequer honra os reajustes salariais pactuados com a categoria e reproduz na cidade os mesmos ataques à educação proferidos pelo governo federal. O mais grave e estarrecedor é a total falta de proposta desta gestão municipal para tentar pôr fim ao movimento grevista que já dura quase dois meses, em uma postura de total desrespeito com os/as educadores/as e com a população da cidade. Um governo que não honra os reajustes de seus trabalhadores/as em educação não pode mesmo ser respeitado!

            Os/as educadores/as brasileiros/as se solidarizam, assim, com a luta empreendida pelos trabalhadores/as em educação do município de Campo Formoso/BA e repudiam, de forma veemente, a gestão municipal desta cidade que impede a garantia de direitos de seus trabalhadores/as!

 Brasília, 15 de setembro de 2017

Conselho Nacional de Entidades – CNE da CNTE

. Comentários (0)


Deixe seu comentário

CUT
CNTE
fespumed-bahia